Quem nasceu nos anos 80 ou gosta de filmes de ação com bastante violência, conhece o filme Robocop, uma obra prima que se tornou um cult ao longo dos anos. Robocop é um filme que provavelmente não deveria ser refeito nem retocado, mas como já vimos, Hollywood está com problemas de criatividade fazendo o remake e/ou reboot de vários títulos de duas décadas atrás.

A MGM contratou José Padilha (Tropa de Elite) para dirigir a película e o encarregou de dar uma repaginada na história. Padilha já havia comentado que sua versão não seria uma versão refeita do filme original e agora ele fala um pouco mais sobre isso:

“‘O primeiro Robocop foi fantástico, mas mesmo se não tivesse o filme, o conceito de Robocop já é algo brilhante, primeiramente pelo fato de possuir um monte de críticas sociais, mas também pela questão ‘Quando você perde sua humanidade?’ A forma que ele faz isso é quando se troca as partes do corpo por máquinas, e isso é muito inteligente, pois isso vai acontecer! Eu aposto!” Padilha continua, ” E eu posso te falar o seguinte: No primeiro Robocop, quando Alex Murphy é baleado, você vê uns hospitais e outras coisas e depois você já vê Murphy como Robocop. Meu filme é entre essas duas partes. Como você pode fazer Robocop? Como você transforma um cara em um robô? Como você tira a humanidade de uma pessoa e como você programa um cérebro, e como isso afeta o indivíduo?”

E aí, o que vocês acham dessa idéia de José Padilha?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s