Posts com Tag ‘lançamento’

por Johnny

Quando Glória (Anne Hathaway – “The Dark Knight Rises”, “Interstellar”) vê sua vida desmoronar, ela se vê forçada a voltar pra sua cidade natal onde é recebida por Oscar (Jason Sudeikis – “Angry Birds”, “Dormindo com as Outras Pessoas”), seu amigo de infância. Logo depois, um misterioso monstro gigante começa a atacar o outro lado do mundo e Glória aos poucos vai percebendo que a vida que ela achava ser insignificante tem um impacto colossal no mundo. Dirigido por Nacho Vigalondo com Dan Stevens (“A Bela e a Fera”, “Uma Noite no Museu 3: O Segredo da Tumba”). (mais…)

por Amanda Leite

Paixão Obsessiva (Unforgettable) dirigido por Denise Di Novi (Produtora em “Quatro Amigas e um Jeans Viajante” e “Mulher-Gato”) é um filme de suspense, lançado no ano de 2017. (mais…)

De algum tempo para cá, filmes com grandes atores, que hoje estão com uma idade avançada, fazendo o que eles faziam 20 anos atrás começaram a ficar recorrentes, esse filme está nessa lista. A maioria desses filme, tendem a ser bons filmes, não os melhores do mundo, mas boas comédias que servem para emocionar (Senhor Estagiário) e outros para te fazer rir (Tirando o Atraso, Um Plano Brilhante), e alguns para fazer os dois (Despedida em Las Vegas, Amigos Inseparáveis). Despedida em Grande Estilo, falha um pouco em todas essas etapas. (mais…)

Por Fernando Booyou

Para compreender o presente, uma breve visita ao passado. O ano era 1996. Até então, referência na cultura Pop de filme impactante era algo próximo de Pulp Fiction ou talvez Seven. Neste ano, debutava Trainspotting. O filme esfregava na cara do espectador, com uma naturalidade desconcertante, a realidade de um grupo de amigos sem perspectiva de futuro a longo prazo, envolvidos em crimes e golpes para manter seus vícios. Mostrando usuários de drogas em plena atividade, sem nenhuma censura ou sutileza. E as conseqüências do uso com um peso que só seria visto novamente nos anos 2000 com Réquiem Para um Sonho. A estética quebrava os formatos padrões da época. Para começar, fugia do otimismo esperado, entregando uma visão torta e, ao mesmo tempo, estranhamente divertida. Tudo com uma linguagem mais dinâmica, suja, com enquadramentos inusitados, soluções incomuns e inovadoras, como um bebê fantasma andando no teto ou ver uma pessoa literalmente entrando em uma privada ou ainda se afundando no chão enquanto tem uma overdose. Os diálogos e monólogos cotidianos falados com uma espontaneidade tipicamente “tarantinesca”, que aparentemente são sobre o nada, mas que evidenciam o caráter e forma de pensar e agir de cada personagem. E a trilha que até hoje agrada ouvidos e que dava o ar anarcopunk, subversivo, classe média, eclético com espaço até para o eurodance. (mais…)

por Ed Jr

Kong: A Ilha da Caveira (Kong: Skull Island), dirigido pelo pouco conhecido Jordan Vogt-Roberts (“Os Reis do Verão”), é uma releitura do clássico dos anos 30 e que promete revigorar as produções do gênero que virão (como “Godzilla: King of Monsters”, previsto para 2019). (mais…)

logan-2017-poster

por Amanda Leite

Logan, dirigido por James Mangold (“Garota Interrompida”, “Identidade”) é um filme estadunidense de ação e aventura, lançado no ano de 2017. Filme superficialmente baseado no arco dos quadrinhos “O Velho Logan” de Mark Miller. (mais…)