Review: Padre (2011)

Publicado: 18/05/2011 em Criticos, Dan Costa, P, Terror/Suspense
Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

por Dan Costa

O ano de 2011 está sendo muito bom com o gênero terror, o meu favorito (pra quem ainda nao descobriu isso), e essa semana os fanáticos por sangue tiveram mais uma boa estréia, Padre, que abriu nas bilheterias com 15 milhões de dólares! Nada mal.

O filme conta a história de um clã de Padres, que são treinados para matar vampiros que ameaçaram a humanidade durante séculos. Após o fim da guerra, com os Padres vencendo as criaturas da noite,  o clã é forçado a se aposentar. Numa cidade onde a igreja comanda tudo, uma nova ameaça de vampiros não é vista com relevância pelos seres superiores do clero com o objetivo de não alarmar a população e perder o controle sobre ela. O Padre, decide ir atrás dos vampiros por contra própria para achar sua filha, desafiando a igreja, e se tornando um fora da lei.

O filme não tem muita coisa de original, mas tem uma história muito interessante. Mas achei o filme com muita informação para pouco tempo de tela. O diretor Scott Charles Stewart conseguiu fazer um bom trabalho na adaptação dessa graphic novel, mas acho que esse filme poderia ter sido esticado para uma possível trilogia. Stewart já trabalhou em megaproduções, como em O Mundo Perdido: Jurassic Park, mas em áreas diferentes, fazendo de Padre, apenas o seu segundo filme como diretor.

O quarteto Maggie Q (Priestess) , Paul Bettany(Padre), Cam Gigandet (Hicks) e Karl Urban (Black Hat), conseguiram misturar um pouco de tensão, com ação e cenas de luta bem coreografadas. Uma surpresa aqui é Cam Gigandet, que faz o sherife Hicks. Lembro-me de tê-lo visto em Crepúsculo e achado o seu papel muito fraco (como o resto do filme). Aqui, Gigandet faz um filme de vampiro de gente grande, e não um vampirismo pop, cheio de purpurina.

Resumindo: Padre é um filme bom, mas sem grandes qualidades. O seu 3D é fraco, e poderia ter visto tranquilamente a película em 2D. Existem 2 tipos de vampiros, o do Black Hat e outros vampiros que parecem uns cachorros/zumbi/sei lá em CGI. Se todos fossem estilo Hat, o filme seria muito melhor. Eu teria esperado para ver em blu ray.

Nota: 7/10

Anúncios
comentários
  1. Lara Zago disse:

    Oi Danilo, parabéns pelo blog, ta muito bom…
    Ah eu achei que fosse um pouco diferente esse filme, agora nem deu mta vontade de assistir só se não tiver outra opção boa pra ver…
    Bjos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s