por Dan Costa

Sabe aquele filme que você ouve que ele está em produção, se empolga, dá uma brochada básica mas quando assiste muda tudo? Esse filme é Prometheus!

Porque eu disse que o filme brochou? Bem, quando falaram que Ridley Scott faria outro filme da franquia Alien, já fiquei bastante animado, pois sou grande fã dos primeiros dois filmes, com algum respeito pelos outros dois e quase nenhum pela aberração que foi Alien Vs Predador.  Mas isso foi por água abaixo quando o próprio diretor disse que ele iria passar longe da franquia. Mas como já é de praxe no mundo do cinema, não acredite em tudo aparece por aí…

Prometheus conta a história de um grupo de exploradores que está à procura da origem da vida. Basicamente estão procurando Deus. Durante essa jornada, eles acabam achando muito mais do que estavam procurando e precisam travar uma batalha para salvar toda a raça-humana. A primeira metade do filme serve mais para apresentar os personagens e pavimenta o filme para o que vem na sequência. O elenco é repleto de estrelas (piadinha pronta para um filme que se passa no espaço) e conta com nomes como Michael Fassbender, Charlize Theron, Guy Pearce, Logan Marshall-Green, Patrick Wilson e a ótima Noomi Rapace. A cada filme que passa, Fassbender se torna mais candidato a ganhar um Oscar e surpreende com sua facilidade de falar outras línguas e aqui ele faz isso no papel do andróide David.  Isso aconteceu em TODOS os filmes que ele fez desde sua aparição em Bastardos Inglórios. Já a belíssima Charlize Theron está em alta. Após participar do novo filme da Branca de Neve, Theron também não deixa de ser uma megera neste filme e rouba a cena como Meredith Vickers, filha do milionário Peter Weyland (Guy Pearce, que aparece pouco). A nossa Ripley está encarnada aqui por Noomi Rapace, no papel de Elizabeth Shaw. A mina tem sangue frio e mostra que é uma mulher de fibra não sabendo a hora de morrer.

Ridley Scott volta inspirado após ter feito Robin Hood. O diretor usa e abusa de belíssimas paisagens, além de preferir os efeitos especiais práticos ao invés dos efeitos gerados por computador.  Quase 30 anos passados após o primeiro filme, Scott ainda se lembra como se faz um bom filme de ficção científica. Outro que volta é o famoso designer H.R. Giger, responsável por ter criado os famosos Xenomorfos, além de 99,9% do design de Alien.

Resumindo: Tido como prequel de Alien, Prometheus funciona bem para quem nunca viu nenhum filme da franquia antes. Seria bem interessante fazer uma maratona com o primeiro e segundo filme antes de ver esse futuro clássico. Spoilerzinho? CLARO! A melhor cena do filme é a última! Vocês saberão o motivo.

Nota: 9/10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s