Review: Jogos Mortais 3D (2010)

Publicado: 17/11/2010 em Criticos, Dan Costa, J, Terror/Suspense
Tags:, , , , , , , , , , ,

“Sabe qual é a única coisa em matar você, Jill? Só posso fazer uma vez”

por Dan Costa

E ai amigos, vamos continuar com os reviews? Essa semana fui ver o último (?) Jogos Mortais nos cinemas e fiquei surpreso com alguns personagens e decepcionado com outras coisas dos filmes, mas isso será comentado daqui a pouco.

Bem, Jogos Mortais 3D traz a história de Jigsaw, um serial killer que faz armadilhas para suas vítimas dando a oportunidade deles escolherem se querem viver ou morrer (claro que vai depender da coragem de cada vítima). Na verdade, todos os filmes da série Jogos Mortais, na minha humilde opinião, é um filme só. Digo isso porquê os filmes na verdade são coleções de flashbacks, o que poderia ter funcionado no segundo filme, mas fazer isso em todos os filmes já é sacanagem e confuso para a audiência. E isso é o que me decepciona em todos os Jogos Mortais e achei que os produtores iriam querer finalizar a série de um jeito diferente. Estava totalmente enganado.

Mas nem tudo está perdido! O filme começa muito bem, mostrando uma coisa inédita (uhuu) na série, que é uma armadilha de Jigsaw vista pelo público ao ar livre. Três jovens estão presos numa estrutura de vidro e têm que decidir quem morre e quem vive entre eles, enquanto o pessoal que passa pelo local assiste à cena estarrecido. Outra grata surpresa foi o cameo que o vocalista do Linkin Park, Chester Bennington, fez no filme. Não vou fazer nenhum spoiler da cena, mas digo que ele gritou mais no filme do que os recentes discos de sua banda. Posso dizer que vi o velho Chester lá. Alguém lembra aí do Dr. Gordon do primeiro filme? Aquele que cortou o próprio pé…. Então, pra quem achava que ele tinha morrido, uma reviravolta é mostrada no filme e ele está vivo pessoal!!!!

Chester Bennington, será que ele escapa?

Chester Bennington, será que ele escapa?

Sobre a atuação dos atores, como em todos os Jogos Mortais, chega a ser mediana. Eles fazem o que tem que fazer, que é gritar, chorar e morrer. Nada complexo aí. Então os destaques ficam para Dr. Gordon (Cary Elwes), Detetive Hoffman (Costas Mandylor) e a esposa de Jigsaw, Jill (Betsy Russell) que é convincente. Jigsaw (Tobin Bell) que mesmo aparecendo num flasback (claro!), conseque trazer mais tensão à trama.

Tobin Bell no papel de Jigsaw

Esse não é o meu filme da série favorito (a parte 6 é mais interessante por ter menos flashbacks e conseguir ser meio independente dos outros filmes), mas para quem quer ver terror com um 3D bem utilizado, Jogos Mortais 3D – O final pode vir a calhar. Mas reforço, se não fosse o 3D, esse último filme da série seria apenas mais um, e a saga de Jigsaw teria um final melancólico.

Nota 5/10

Anúncios
comentários
  1. Mayra disse:

    OI Dani, pois é…
    Ainda não assisti o filme, mas já esperava q fosse a mesma ladainha de sempre…
    Mas fiquei curiosa pra assisti-lo pelo o q vc disse de algumas cenas.
    Vou chamr o Cris pra ver se ele vai comigo..=-D
    Bjo
    Mayra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s