banner-os-8-odiados-the-hateful-eight

por Dan Rocha

No quase inóspito inverno de Wyoming, um caçador de recompensas e sua prisioneira procuram abrigo em uma cabana cheia de pessoas com um segredo mortal. 

Quentin Tarantino está de volta minha gente! O diretor retorna com Os Oito Odiados, um filme violento, longo e com um elenco em sua melhor forma. Um clássico instantâneo!

O filme, dividido em capítulos, traz Kurt Russell no papel de John Ruth, o caçador de recompensas que procura levar sua prisioneira, Daisy Domergue (Jennifer Jason Leigh) à Red Rock, local onde ela deverá ser enforcada. No caminho, Ruth encontra o Major Marquis Warren (Samuel L. Jackson) e o Xerife Chris Mannix (Walton Goggins) e os leva para um abrigo, uma cabana que servirá para protegê-los da intensa nevasca que está por chegar. Na cabana, John Ruth encontra mais quatro cavalheiros, Bob (Demian Bichir), General Sandy Smithers (Bruce Dern), Oswaldo Mobray (Tim Roth) e Joe Gage (Michael Madsen), e faz questão de deixar claro que ninguém vai tirar a sua recompensa por Daisy. O grupo se vê forçado a ficar dois dias na cabana, o que é tempo demais para os “oito odiados” aprenderem muita coisa sobre eles. 

Apesar do filme conter grandes estrelas e figuras repetidas de um filme “Tarantineano”, quem roubou a cena foram os atores Walton Goggins e Jennifer Jason Leigh. O público está mais acostumado em ver Goggins em papéis de capiras e vilões, mas Tarantino dá ao ator muito material para ele mostrar o seu talento. Já Leigh, vi em algum lugar que Tarantino escreveu o papel para ela, e assistindo-a na telona, vi que ele acertou em cheio. Estão falando em Oscar para ela. 

O oitavo filme de Quentin Tarantino quase não foi produzido, pois o seu roteiro vazou na internet, deixando o diretor/roteirista muito puto. Tarantino então decidiu fazer uma leitura do roteiro com diversos atores e após a leitura, os atores envolvidos gostaram tanto do texto que fizeram o diretor mudar de ideia.

QT escreveu o filme influenciado em O Enigma de Outro Mundo e seu próprio filme, Cães de Aluguel, o que meio que diz o que se pode esperar deste filme. Li por aí que o diretor fez o filme para poder expressar o que ele sentiu quando viu o filme de John Carpenter, de 1982. O resultado final? Se você viu O Enigma de Outro Mundo, com certeza irá identificar os elementos que Tarantino quis mostrar aqui. A trilha sonora de Ennio Morricone deu um clima mais sombrio à trama, com violoncelos pesados e arrastados.

Para quem está acostumado com a sanguinolência dos filmes do diretor, em Os Oito Odiados ele não deixa por menos. Greg Nicotero (The Walking Dead, Django Livre) faz o seu trabalho direitinho, fazendo com que as mortes em cena (que não são poucas) se pareçam com as mortes mais elaboradas dos filmes de terror.

Há uma participação especial de um ator no filme que me surpreendeu. Esse ator não fez um papel como esse em seus filmes anteriores e aqui ele é essencial para o desenrolar da trama. E depois de ver uma entrevista com o cara, ele ganhou pontos. No spoiler!!!

E por fim, existem duas versões do filme: a famosa ‘ Roadshow’ e a padrão. A primeira possui 187 minutos de duração, com abertura e intervalo. E a normal possui 167 minutos, sem os dois “plus” do  roadshow e possivelmente com algumas cenas à menos.

Resumindo: Mesmo não sendo um tarado por Tarantino, o diretor surpreende em Os Oito Odiados, e faz o seu filme mais diferente até então. Se você quer uma experiência cinematográfica diferente, procure ver a versão 70mm do filme e prepare a sua pipoca.

Nota: 9/10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s