por Dan Rocha

Homem-Aranha – Longe de Casa é o último filme da Fase 3 do MCU. E terminar este capítulo no universo cinematográfico da Marvel é uma tarefa bem difícil. Ainda mais quando o filme funciona como uma sequência de Vingadores:Ultimato

Ao contrário de Ultimato, o tom do novo Homem-Aranha é bem mais leve, o que é muito bem vindo. Claro, a gente adora destruição, clima mais dark, e tal. Mas fazer isso em todo filme cansa (olhando pra você, DC). Longe de Casa é um upgrade em comparação ao primeiro filme solo com Tom Holland. Tanto na ação, quanto na história e relacionamento com os personagens. 

Longe de Casa começa literalmente após Ultimato. Existe uma breve explicação sobre o que aconteceu com as pessoas que sumiram e apareceram 5 anos depois e não envelheceram. Claro que muita gente vai pensar “ah, isso é muito conveniente”. E é, mas não deixa de ter seu valor. Aceita que é melhor. 

Peter Parker e seus amigos vão para a Europa, numa excursão da escola. Sair de Nova Iorque certamente foi uma boa mudança. Lá, Parker decide permanecer de férias, inclusive deixando seu traje aracnídeo em casa. Só que a Tia May (Marisa Tomei), peralta que só, botou o traje dentro da mala de Peter, por precaução. Uma série de eventos bizarros acontecem e o misterioso Mistério (Jake Gyllenhaal) aparece para salvar o dia. Mistério é recrutado por Nick Fury (Samuel L. Jackson), que por sua vez, finalmente conhece o Homem-Aranha. Todos trabalham junto para salvar o planeta, mas nem tudo é o que parece. Se eu falar mais que isso, o filme será arruinado pra vocês. 

Um dos destaques do filme, pra mim, é a química entre MJ (Zendaya) e Peter. Zendaya se mostra mais versátil que no primeiro filme. Se você foi um garoto que gostava de outra garota quando era mais novo e gostavam um do outro, mas ninguém chegou em ninguém, você vai se identificar. Ô saudade dos meus 15 anos. Outro que surpreendeu foi Jake Gyllenhall como Quentin Beck/Mistério. Jake raramente tem performance abaixo do esperado em seus filmes e ele se destaca aqui, com várias camadas na sua versão de Beck. Quando Parker e Mistério dividem uma cena, você realmente acredita no carinho de um personagem pelo outro. 

Resumindo: Longe de Casa é um filme que está pau a pau com Homem-Aranha 2 de Tobey Maguire. É engraçãdo, emocionante e dá continuidade à um universo bem maior. Com certeza as pessoas irão ver esse filme repetidamente quando sair em bluray. Vá ver no cinema! E claro, não saia antes dos pós-créditos. Duas cenas importantíssimas! 

Nota: 9/10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.