por Dan Rocha

“I can do this all day” 

Essa é a frase que mais escutamos o Capitão América falar durante os 11 anos da MCU, além de “Avengers, assemble!”.  Em Vingadores – Ultimato, ele falou com mais intensidade, mais emoção, como se não tivesse nada a perder.

Esse é o tom do filme. Intenso. Emocionante. Nada a perder. Whatever it takes. Fique tranquilo, que crítica vai SEM spoiler! Eu tentei ver o filme sem influência nenhuma, nem vi todos os trailers, li poucas coisas, mas o hype já estava instalado. Aconselho você a fazer o mesmo. Se continuar à ler a crítica, tudo bem também.

Ultimato, apesar de ser uma sequência de Guerra Infinita, é um filme que funciona bem sozinho e bem diferente do último filme. Mas ao mesmo tempo possui vários pararelos. Faz sentido? Faz. O filme, assim como Vingadores 3, não perde tempo desenvolvendo personagens (já os conhecemos por 11 anos!!!) e começa com uma voadora. Se você ficou nervosinho que os trailers mostraram muito, não se preocupe. Tudo que acontece nos trailers acontece antes dos créditos iniciais. Relax.

A Marvel/Disney mostram que não têm nada a perder nos primeiros 15 minutos de filme. Não vou falar o que acontece para não estragar o filme para o leitor. Mas confiem em mim, o filme é cheio de momentos “PQP!”. Cheio! Os efeitos especiais, especialmente o mocap, melhoraram bastante em comparação com Infinity War. Há um personagem no filme que rouba todas as cenas quanto ele(a) aparece.

Aliás, falando em roubar cenas, a maioria do elenco faz um trabalho maravilhoso na conclusão desse capítulo. O humor está presente, como todo filme da MCU. Mesmo com um tom mais sombrio, onde não há esperança, o roteiro é cheio de momentos que ajudam a quebrar essa tensão constante. Sem o humor, o filme seria uma película dark da DCEU.

Se você leu por aí que deve trazer lencinho para o cinema, é verdade. Tinha muito marmanjo chorando no cinema. Não tenha medo de se emocionar, cara! O filme é épico. O terceiro ato é simplesmente a melhor coisa já feita no cinema. A complexidade de filmar uma cena daquelas, logística, etc… e funciona!

A duração de 3 horas no papel parece muita coisa. Na prática, poderiam ter feito um filme maior. Não porquê faltou tempo para contar história, mas sim para saciar nossa vontade nerd. Os irmãos Russo fizeram outra obra-prima. O final abre caminho para o futuro da MCU, mas não dá muitas pistas. E tá tudo bem! É bom não saber o que virá no futuro. Tivemos 11 anos para conhecer a MCU e confiar no que eles fazem.

Desculpem pela crítica semi-vaga. Eu não quero estragar o filme para vocês. Por favor, vão ver o mais rápido possível para evitar spoilers. De novo, Endgame é: Épico. Emocionante. Intenso. O pacote completo. I can do this all day.

Whatever it takes.

Nota:10/10

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.