Review: Velozes & Furiosos 5 (2011)

Publicado: 10/05/2011 em Ação, Criticos, Dan Costa, V
Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

por Dan Costa

Velozes Cinco, Velozes & Furiosos 5, Operação Rio, não sei qual o nome do último filme da série Velozes & Furiosos, mas sei de uma coisa: esse filme consegue ser tão bom quanto o primeiro. Eu gosto da série mais pela ação que pelos carros, já que nunca fui um tarado por motores.

E falando em ação, Velozes Cinco, começa as 200 km por hora (tá essa piada foi pronta), mas é verdade. Toretto (Vin Diesel) começa o filme preso, aparecem algumas cenas do julgamento, e já vamos para cenas do ônibus onde Toretto se encontra, cheio de prisioneiros à caminho para a penitenciária. Brian (Paul Walker) e Mia (Jordana Brewster) armam a fuga de Toretto e a ação começa. Explosões. Vin Diesel livre. Carros velozes. E créditos iniciais.

O filme é isso. Muita ação (acredito que tanto quanto ou senão ainda mais que o primeiro filme), muitos carros, e história apenas para o filme não ser mudo, porquê convenhamos, quem presta atenção na história de Velozes & Furiosos? Os fãs querem uma coisa: carros potentes. E aqui os fãs tem o melhor dos 4 filmes anteriores em um. Deu para ver que a dow investiu mais neste filme que nos outros, que pode ser nítidamente visto nos (raros) efeitos especiais do filme. A falta de efeitos é um dos pontos fortes do filme e do diretor Justin Lin. Um dos grandes defeitos do filme (como alguns outros que se passam no Brasil) é o português mal falado por alguns “brasileiros”. Os produtores não se importam com o sotaque carregado, um português que parece que foi tirado do Google Translator. Outra coisa, eu gostaria de viajar num trem daqueles do Rio de Janeiro, no meio do deserto. Deve ser muito bom. Erros grosseiros à parte, o filme é bem divertido.

Como eu disse antes, esse filme juntou o melhor de todos os filmes, e nessa mistura se incluem os atores também. Paul Walker (Brian, Velozes 1, 2 e 4), Vin Diesel (Toretto, Velozes 1 e 4), Jordana Brewster (Mia, Velozes 1, 4, 5), Tyrese Gibson (Roman, Velozes 2), Ludacris (Tej, Velozes 2), Matt Schulze (Vince, Velozes 1), Sung Kang (Han, Velozes 3) e outros estão de volta. Mas quem tira o brilho das pratas da casa é o Dwayne “The Rock” Johnson. Aqui ele faz o papel de Hobbs, um agente federal contratado especialmente para pegar Brian e Toretto. O cara tá grande, e puto com a vida. Aquele que atira antes e pergunta depois. É muito bom ver o The Rock assim, já que nos últimos anos só o víamos em filmes da Disney. Outro filme de ação que vale a pena ver é Faster, que vai ter o review logo logo aqui no site.

O diretor Justin Lin é quem está no comando aqui. Recentemente contratado para tentar ressucitar a série Exterminador do Futuro, Lin se mostra bem eficiente em cenas de ação. Me agradou muito o modo como ele decidiu filmar algumas cenas de ação, um exemplo é o assalto ao trem. Muito bom mesmo. Espero que ele faça um trabalho deste nível no novo Exterminador.

Resumindo: Velozes Cinco não quebrou recordes à toa. É um filme repleto de ação do início ao fim, com carros, mulheres, e o Rio de Janeiro como cenário disso tudo. O português dublado de alguns incomoda um pouco, mas uma grata surpresa neste quesito foi Jordana Brewster (que morou um tempinho no Brasil), falando a língua perfeitamente. O filme é veloz , e mais furioso ainda. Dica: fique após os créditos.

Nota: 8,5/10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s