Blabk Mirror 1

Nota da Autora: A Sociedade e seu amor pelo Espetáculo de Horrores.

The National Anthem” (Hino Nacional) é o primeiro episódio da primeira temporada da série.

No episódio, o primeiro-ministro britânico (Rory Kinnear, “Penny Dreaful” e “O Jogo da Imitação”) desperta de manhã para ser informado pela Ministra do Interior (Lindsay Duncan, “Alice Através do Espelho” e “Questão de Tempo”) que a Princesa Susannah (Lydia Wilson, “Star Trek – Sem Fronteiras” e “Questão de Tempo”), uma membro muito amada da Família Real, foi sequestrada e será assassinada caso o primeiro-ministro se recuse a seguir as exigências nada convencionais estabelecidas.[1]

_________________________S P O I L E R_________________________

Talvez esse seja um dos episódios mais chocantes de “Black Mirror”. Não só porquê é colocado uma situação totalmente absurda (em que mundo o primeiro-ministro britânico teria que transar com uma porca?) mas também porquê é o primeiro.

A série já começou com o pé na porta, inicia-se chocando e dando um tapa na cara. Não tem absolutamente nada de “ah, não, tudo bem” nesse episódio. É um episódio escancarado e bárbaro.

O começo é tenso e infelizmente em nenhum momento esse ambiente fica mais brando. Vamos acompanhando ao longo da história a dificuldade em que essa pessoa pública tem na busca de alternativas; além do seu maior questionamento: se iria realmente ceder as exigências terroristas. Isso só deixa claro o quanto somos frágeis, e uma questão de status não quer dizer absolutamente nada. Desde a conversa com sua esposa até um pedido “informal” da Rainha, o chefe do governo é pressionado constantemente já que sua imagem está em jogo (somos ou não vaidosos?).

“Eu conheço as pessoas. Nós amamos humilhação. Não conseguimos ficar sem rir”

Conforme vamos acompanhando toda a trama desenrolar, é com a dinâmica apresentada do “backstage” do governo, com as interferências externas ( como a opinião popular) e internas e uma mídia sedenta  que o episódio é construído.

A série não se limita em uma relação de governo e terroristas, ela vai além. Em meio a uma situação absurda, nos é apresentados o quanto os seres humanos são ruins, mudando sua opinião a cada momento, cheios de morais e julgamentos. Além de apresentar o quanto gostamos de admirar a desgraça alheia quando é apresentado pontos diferentes da cidade, pessoas diferentes e todas paradas para assistir a possível realização do ato. E aí é que recebemos um belo tapa.

As situações inquietantes são inúmeras como: A Ministra do Interior tentando burlar as exigências (um plano “B”) para que o chefe do governo não tenha que se submeter a situação constrangedora, e após descoberta por parte dos terroristas, acaba acontecendo algo trágico; ou também o quão rápido se propagou toda a história por meio da internet, demonstrando o quanto essa pode ser traiçoeira.

Imagem relacionada

Bom, é com o final que de fato recebemos toda a crítica desse primeiro episódio. Enquanto uma mídia impiedosa transmite toda aquela situação em troca de audiência, e um público fissurado na desgraça do outro, vemos o resgate da princesa que é solta no meio de uma ponte de uma Londres vazia. Quando tudo parece que já acabou, é mostrado um primeiro-ministro devastado e a Ministra do interior recebendo uma ligação na qual recebe tais informações: o dedo enviado a um jornal que dizia ser da princesa, tinha um DNA masculino; e para melhorar, a realeza teria sido solta 30 minutos antes do combinado, questionando tal informação, recebe como resposta:

“Meu chute, ele sabia que todos estariam ocupados na frente da TV”

Deixando mais do que claro o ponto principal de toda a trama.

Resultado de imagem para the national anthem black mirror gif

 

[1] Spoiler: é exigido que o primeiro-ministro tenha relações com uma porca em rede nacional, e que não seja feito nenhum truque de produção.

PS. Tem cenas durante os créditos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.