john-wick-poster

por Johnny

Após conseguir sair da vida do crime, John Wick (Keanu Reeves) se vê forçado a voltar a matar após roubarem o seu carro e matarem o seu cachorro. Dirigido por David Leitch, com as participações de Willem Dafoe, Alfie Owen-Allen, Michael Nyqvist e Toby Leonard Moore.

O primeiro filme da trilogia (John Wick Chapter 2 saiu em 2017 e um terceiro filme está sendo produzido e deve estrear em 2019) chegou com nomes muito fortes, como Willem Dafoe e Keanu Reeves, mas de longe não parecia ser mais do que apenas outro filme de ação com um maluco atirando em geral.

Como estávamos enganados…

John Wick não é um filme de um cara matando geral. É O filme de um cara matando geral. O longa inteiro é bem produzido, estabelecendo uma certa elegância na fotografia que mistura surpreendentemente bem com todo o sangue e violência do filme. Fato que reflete muito bem nas cenas do hotel Continental (local que será foco de uma série de TV que começou produção em 2017!).

As cenas de ação são extremamente bem dirigidas. É bem fácil entender o que o protagonista está fazendo em cada movimento. A performance de Reeves é simplesmente genial, tanto nas horas dramáticas quanto nas cenas de ação (que ele quase não usou dublês!). E por mais absurdo que possa parecer, o Mr. Wick é mostrado de forma quase humana nas cenas de ação. Ele não é 100% invencível cabuloso. Ele apanha as vezes. Mas ele sempre levanta e termina o trabalho. É difícil ver esse tipo de coisa em filmes de ação. O protagonista geralmente é sempre um Superman ou os vilões tem sempre mira de Stormtrooper. Em John Wick vemos algo mais “realista”. Entre aspas porque existem obviamente forçações de barra, mas nada absurdo demais a ponto de estar sempre quebrando a suspensão de descrença.

Talvez o único problema do filme sejam alguns poucos personagens serem um pouco unidimensionais e pouco trabalhados, o que é até normal pro gênero. A personagem de Adriane Palicki é meio fraca e fica meio estranho ver alguns personagens que a primeira vista parecem ser capangas dando trabalho pro Wick até o espectador perceber que talvez ele seja alguém importante.

De volta ao jogo está no catálogo do Netflix, vale muito a pena conferir!

Nota: 9/10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s