Arquivo da categoria ‘D’

De algum tempo para cá, filmes com grandes atores, que hoje estão com uma idade avançada, fazendo o que eles faziam 20 anos atrás começaram a ficar recorrentes, esse filme está nessa lista. A maioria desses filme, tendem a ser bons filmes, não os melhores do mundo, mas boas comédias que servem para emocionar (Senhor Estagiário) e outros para te fazer rir (Tirando o Atraso, Um Plano Brilhante), e alguns para fazer os dois (Despedida em Las Vegas, Amigos Inseparáveis). Despedida em Grande Estilo, falha um pouco em todas essas etapas. (mais…)

041999

por Ed Jr

12 Horas para Sobreviver – O Ano da Eleição (The Purge: Election Year) é a terceira parte da surpreendente franquia iniciada em “Uma Noite de Crime” e dirigida por James DeMonaco.

Passados 2 anos desde que desistiu de sua tentativa de vingança durante uma noite de expurgo (período de 12 horas no qual os crimes são liberados), Leo Barnes (Frank Grillo, “Uma Noite de Crime: Anarquia”) é agora o chefe de segurança da senadora Charlie Roan (Elizabeth Mitchell, seriado “Lost”). (mais…)

358252

por Edson Jr

Deuses do Egito (Gods of Egypt), dirigido por Alex Proyas (“Presságio”, “Eu, Robô”), é o novo blockbuster de aventura/fantasia baseado na cultura egípcia, em especial, sua clássica mitologia.

Prestes a ser coroado rei, o Deus dos Céus Horus (Nikolaj Coster-Waldau, “Game of Thrones”) é traído por seu tio Set (Gerard Butler, “300”, “P.S. Eu Te Amo”), o Deus dos Desertos, que toma a coroa e transforma a outrora pacífica civilização egípcia em uma sociedade de caos e conflito. (mais…)

deadpool_7

por Ed Jr.

Deadpool, dirigido pelo novato em longas-metragens Tim Miller, é o mais recente filme da Fox baseado em quadrinhos de super-heróis. (mais…)

5520_grande

por Daniel Odon

A comédia romântica francesa “A Datilógrafa” (Populaire), produzida por Alain Attal, traz ícones do cinema europeu, como Romain Duris (cogitado a se tornar uma estrela hollywoodiana por volta dos anos 2000) e a formosa Déborah François. Esta obra do cinema europeu possui uma linhagem de produção cinematográfica bem distinta da estadunidense, uma vez que a comédia e o romantismo são mais comedidos e adaptados ao estilo recatado de vida européia, despojado de efeitos digitais sonoros ou visuais e do humor escrachado, irreverente e ostensivo do modelo americano. (mais…)

FOX_DDM5_Poster2_64x94_Promo_Somente

por Daniel Odon

Duro de Matar: Um Bom Dia para Morrer (A Good Day to Die Hard) se passa em uma ambientação e trama bem diferente da década de 1980, quando a franquia Duro de Matar começou e fez Bruce Willis uma estrela de cinema.  Não foi à toa que em inocente sátira o vilão russo adverte John MacClane que “Não estamos mais em 1986”, “Reagan já morreu”, frases sutis, mas de grande impacto para quem acompanha a longevidade do herói ícone urbano irreverente e destemido. (mais…)