fences

por Thiago Ramos

O Novo filme dirigido e estrelado por Denzel Washington trata com emoção os dilemas de uma família negra de classe média baixa. Adaptado de uma premiada peça de teatro, “Fences” (Um Limite Entre Nós) é um filme espetacular, com ótimas atuações que emocionam, principalmente Viola Davis (vencedora do Oscar pelo papel) e Denzel Washington, que estão perfeitos em seus papéis.

 A direção de Denzel Washington lembra muito uma peça de teatro, o que é e não é uma coisa ruim. É ruim pois é possível perceber com muita facilidade que o filme é baseado em uma peça, ou seja, a direção se agarra com unhas e dentes nas atuações, e torce pelo melhor. Com algumas tremidas intencionais em cenas de discussões, a direção não é ousada, mas também não é ruim. O lado bom nessa história é que esse tipo de direção permite mais aos atores, dando-lhes muito mais margem de atuação e domínio do sentimento do personagem.

Os diálogos do filme (que consiste em diálogos), são ótimos. Na primeira cena, onde Troy (Denzel Washington) e Bono (Stephen McKinley) conversam enquanto trabalham recolhendo o lixo, o diálogo entre os dois me conquistou logo de cara, não sei como, mas a conversa sobre a melancia me deixou curioso. O modo de falar dos personagens prende, o que falam, como reagem, principalmente Denzel Washington (que merecia muito mais o Oscar de melhor ator), seu personagem, Troy Maxson, um homem que põe e expõe seus conhecimentos sobre a vida em sua família. Ele tem um dom de assustar, mas ao mesmo tempo conquistar o espectador, pois mesmo com atitudes péssimas, o personagem apenas quer o bem de seus filhos e família.

Mas, nem tudo são flores no filme, que por falta de cenários (o filme todo se ambienta na casa do personagem principal, onde a ação se concentra nas idas e vindas de personagem para conversar, exatamente como uma peça) e “movimento”, o filme pode acabar por ser chato e cansativo para algumas pessoas.

O roteiro é um dos pontos principais nesse filme, pois seus diálogos prendem e fazem uma curiosidade ávida crescer, querendo saber onde esse filme vai chegar, pois a tensão entre os membros da família aumenta a cada fala de cada personagem e a atmosfera da casa torna-se pesada e chega ao seu ápice perto do fim do filme.

Ao fim, Um Limite Entre Nós é um excelente filme, repleto de emoção e incríveis diálogos e atuações invejáveis e extremamente recomendado para ser assistido, não só uma vez.

Nota:9.5 /10

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s