por Flavia Tuany

Em Madagascar 3 finalmente o desejo do leão Alex e seus amigos de voltar ao zoológico de Nova York é realizado! Mas para tal acontecimento é preciso que eles façam parte de um circo itinerante na Europa que tem a promessa de excursionar pelos EUA. A principal novidade desta nova animação, está no formato 3D. A DreamWorks pediu consultoria a Guillermo Navarro (vencedor do Oscar – O Labirinto do Fauno) e que dirigiu a fotografia e fez com que Madagascar 3 se tornasse um festival de cores saltantes e psicodélicas. A melhor animação em 3D que já vi no Brasil. Infelizmente ainda não alcança a qualidade que se tem nas telas dos EUA, mas ainda assim vale e muito ver em 3D.

Para o terceiro longa de uma saga que é a volta para casa, o roteiro deixou meio a desejar. Muita Loucura e um bocado de enrolação até eles chegarem em casa já que bem no inicio eles saem de Madagascar e começam sua trilha em uma constante fuga pela Europa. Falta um pouco de amarração entre as cenas. Porém esse roteiro meio fraco é compensado pelo magnifico visual. Os animais estão sempre brilhando e com cenas circenses extremamente coloridas e em tons neon, que mostram inspiração no Cirque du Soleil. Se algum dia alguém imaginou como seria uma apresentação do Cirque du Soleil, dentro de uma festa rave feita por personagens bem caracterizados em uma animação, agora já pode conferir em uma tela de cinema. Com uma rápida movimentação de cenas e repleto de cores vibrantes, a animação é de deixar o espectador em constante euforia e requer certa concentração. É um despertar de ansiedade em todos os momentos! 

Madagascar 3 conta com novos personagens carismáticos e cheios de vida, é um filme indicado para todas as idades com uma boa dose de humor, mas sem acidez. Faz muitas referências turísticas com a viagem dos bichos pela Europa, além de apresentar de modo não tão discreto certa crítica sobre o estilo europeu.  Claro que o Rei Julien e os Pinguins mafiosos estavam marcando presença e roubando a cena! A ursa Sônia, apesar de não ter uma só fala, merece todo o destaque e faz o espectador sair de uma boa risada para um suspiro de amor e voltar a gargalhar em segundos, ao ver as cenas de romance entre ela e o Rei Julien! 

Madagascar começou bem, decepcionou em seu segundo longa e parece que finalmente se achou neste ultimo da franquia. O áudio conta com músicas nada infantis e totalmente atuais, como Firework – Katy Perry. Além da repaginação sensacional da clássica ”eu me remexo muito” feita agora com um tom afro- “Afro Circus/I Like To Move It”.  Impossível se entediar com tanta musicalidade e uma fotografia sensacional que se combinam simetricamente. Éum filme nota 9 e será sucesso de bilheteria com certeza!

Nota: 9/10

Anúncios

2 comentários »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s