por Dan Costa

O ano de 2012 está sendo muito bom para os filmes adaptados de quadrinhos, com Os Vingadores e Homem-Aranha. Para melhorar, tivemos a estréia do tão aguardado novo filme do Batman. Além dos nerds terem uma certa rivalidade entre os heróis da DC e da Marvel, há a expectativa de ver qual dos dois fará melhor nas bilheterias. O Cavaleiro das Trevas é um dos filmes mais rentáveis de todos os tempos, enquanto Os Vingadores ultrapassou a marca de 1 bilhão de dólares com extrema facilidade.

Mas vamos ao assunto. Sem Marvel Vs. DC aqui.

O Cavaleiro das Trevas Ressurge mostra Gotham City sendo ameaçada por Bane, um terrorista que apareceu na cidade após Bruce Wayne pendurar as chuteiras de justiceiro. Com a cidade se enchendo com o caos, Wayne acaba com o seu hiato de 8 anos e bota a roupa preta para lutar contra o crime mais uma vez. Mal ele sabe que por trás de Bane existem alguns segredos referentes ao seu passado.

Para quem não se lembra ou não chegou a ler os quadrinhos do Batman no início dos anos 90, Bane foi um personagem relativamente novo que deixou Bruce Wayne com as costas quebradas. Esse inimigo mascarado chegou a aparecer em algum filme dos anos 90, do diretor Joel Schumacher, mas aqui ele aparece da forma mais sombria possível, assim como essa nova saga de nosso herói. O ator Tom Hardy é quem faz Bane desta vez. Não acho que Hardy foi tão perfeito quanto Heath Ledger foi como Coringa, mas acredito que ele pode ser considerado um dos melhores vilões já interpretados no cinema. Sim, bem perto de Darth Vader.

Parece que o filme foi sobre Bane, certo? Errado! Essa película mostra Batman mais humano, um ser quebrado, cheio de cicatrizes, que perdeu a vontade de viver. Sabe quando um jogador de futebol não tem mais motivação para jogar e precisa de um novo desafio para ter tesão em continuar jogando? Então, Bane é a motivação que Batman precisava para voltar a ser o que era. Claro que após 8 anos de aposentadoria, o homem-morcego não é tão ágil como antigamente e o corpo requer mais cuidados. Christian Bale está mais velho, mais maduro, assim como Batman. Eu li umas reportagens outro dia, falando que Michael Keaton foi o Batman perfeito, mas após ver essa nova leva de filmes desse personagem tão enigmático, está provado que Bale é Batman. Sem mais, nem menos. Durante 7 anos, o ator se doou para interpretá-lo. É muito bom ver a evolução de um ator. Lembr0-me quando eu o vi em Psicopata Americano e logo você pôde ver um diferencial no cara. Em O Vencedor, Bale conseguiu sua primeira indicação ao Oscar.  Go Bale, go!

O resto do elenco está de volta, com exceção de Heath Ledger, morto em 2008. As duas novas figurinhas no pedaço que merecem destaque são os atores Joseph Gordon-Levitt e Anne Hathaway. Levitt volta a trabalhar com o diretor Chris Nolan após A Origem, no papel de Blake, um policial em busca de justiça. Assim como Bale, vejo Levitt como um ator com grande potencial e ser um dos grandes caras de sua geração. Já Anne Hathaway, atriz ganhadora de Oscar, está aqui como Selina Kyle, vulgo Mulher-Gato. Não botava muita fé na atriz como a vilã do filme, mas ela conseguiu me surpreender no melhor sentido da palavra. Vale a pena lembrar que o termo “Mulher-Gato” não foi utilizado uma única vez no filme. Foi muito legal também ver que Michael Caine e Christian Bale tiveram algumas cenas mais emotivas e interagiram mais neste filme, mostrando melhor a relação de pai e filho entre Bruce Wayne e Alfred.

Christopher Nolan. O cara é simplesmente um visionário e ousado com suas idéias. Nolan conseguiu pegar um personagem difícil, recriá-lo, filmar boa parte do filme em IMAX e fazer isso de forma concisa e fiel aos quadrinhos e à realidade. Se você já viu algum filme de Chris Nolan, vai ver que o diretor gosta de fazer algo diferente. Se não é fã de Batman, veja A Origem e saberá do que estou falando. Ficarás boquiaberto. Em 2013 teremos Super-Homem e será provado mais uma vez de que Nolan é “O” cara.

Resumindo: O Cavaleiro das Trevas Ressurge é tudo e mais um pouco! Uma ótima forma de encerrar mais uma encarnação do homem-morcego e que tem tudo para se tornar um clássico instantâneo. Se você gostou de O Cavaleiro das Trevas ,Ressurge está pau a pau e ficou faltando apenas o Coringa para ficar mais que perfeito. O filme beira as 3hrs de duração e por mim poderia ter 5, já que a história foi contada com extrema maestria.

Nota: 10/10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s