por Ed Jr

Em Ritmo de Fuga (Baby Driver), novo filme de ação do competente diretor inglês Edgar Wright (dos ótimos “Scott Pilgrim Contra o Mundo” e “Todo Mundo Quase Morto”), pode ser descrito – segundo o próprio Wright – como: ‘um filme de perseguição de carros guiado pela música’.

Baby (Ansel Elgort, “A Culpa é das Estrelas”, da série de filmes “Divergente”) é um motorista de fuga, solidário e solitário, que perdeu a mãe após um acidente quando criança. Além da morte da mãe, Baby carrega outra sequela do acidente: um constante zumbido nos ouvidos que o obriga a ouvir música enquanto realiza os ‘trabalhos’.

Exímio piloto, Baby é o motorista oficial dos assaltos planejados por Doc (Kevin Spacey, “Beleza Americana”, seriado “House of Cards”), mas tudo que o jovem quer é realizar o último trabalho e fugir sem destino com a nova namorada, a garçonete Debora (Lily James, “Cinderela”, “Orgulho e Preconceito e Zumbis”), mesmo que essa não seja a vontade de Doc.

O elenco conta ainda com Jon Hamm (“Vizinhos Nada Secretos”, seriado “Mad Men”), Eiza González (seriado “Um Drink no Inferno”), Jamie Foxx (“Ray”, “Django Livre”), Jon Bernthal (seriado “The Walking Dead”, “Sicario: Terra de Ninguém”) e outros.

Cenas de perseguição eletrizantes, trilha sonora acima da média e ótimos efeitos… Em Ritmo de Fuga tem tudo isso e mesmo assim consegue ser diferente! Com um roteiro inteligente, compacto e com toques de humor (apesar da história clichê), excelente uso da câmera nas transições e encaixe perfeito de cada música à sua cena, o ‘faz-tudo’ Wright mostra que não há necessidade de carros entrando em helicópteros ou disputando rachas com aviões para conseguir prender a atenção do espectador.

Além da competência do diretor, o sucesso do filme se dá também por conta do consagrado elenco que funciona muito bem, obrigado! Kevin Spacey continua sólido como sempre, ainda que seu personagem aqui seja idêntico àquele interpretado pelo próprio Spacey em “Quebrando a Banca”. Mas o destaque fica, sem dúvidas, para o casal Ansel crush queridinho de todas as minas Elgort e Lily garota fofinha que parece dos anos 50 James que, em perfeita sintonia, cumpre muito bem as expectativas e transmite toda aquela sensação dos jovens apaixonados que querem enfrentar e ganhar o mundo desde que estejam juntos!

Veredito: Em Ritmo de Fuga pode parecer mais do mesmo, mas engana-se quem acha que vai assistir a um filme recheado de computação gráfica, efeitos especiais, gostosos/gostosas e explosões. Na verdade, o que vemos na tela é algo diferente e até inovador se considerarmos os últimos heist movie lançados! Portanto, vá ao cinema e não vai se arrepender!

Ahhh, mesmo que tudo seja bem diferente de “Velozes e Furiosos”, aquela vontade de sair dirigindo igual ao povo do filme ainda aparece, tá?! Cuidado! =)

 Nota: 8,5/10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s