Bom dia pessoal, o mês de Outubro chegou e com isso inicia-se a nossa espera para o dia 31, vulgo “Halloween“.  O site já tinha um Top 10 antigo, então decidimos criar novas listas para celebrar essa data.

A primeira lista será Top 7 Filmes de Terror Recentes. Então não fiquem tristes se A Hora do Pesadelo, O Exorcista e o Holocausto Canibal não aparece aqui.

 

7- Jogo Perigoso (Gerald’s Game – Netflix – 2017)

Jogo Perigoso foi lançado recentemente no Netflix, e serve para provar que 2017 é definitivamente o ano de Stephen King. Pense em Cinquenta Tons de Cinza com 127 Horas. Um casal tenta salvar seu casamento e vai para uma casa no meio do nada, para um final de semana cheio de romance e sexo selvagem. Mas merdas acontecem e a parada fica séria. Carla Gugino leva o filme nas costas e mostra quase todo seu talento, praticamente presa a uma cama durante todo o longa.

6- The Devil’s Candy (2015)

The Devil’s Candy traz Ethan Embry como um pintor que fica possuído após ele e sua família se mudarem para uma casa na zona rural do Texas. Embry, mais conhecido como o carinha de The Wonders, um dos filhos de Clark Griswold e o fdp que morre no primeiro episódio da sexta temporada de The Walking Dead, se destaca como o papai possuído pelo demo. The Devil’s Candy pode ser considerado um filme sobre possessão mas com uma abordagem mais fresca sobre o tema. O tinhoso ferra com a cabeça de Jesse (Embry), fazendo com que ele perca a noção do tempo, pintando quadros sombrios e bizarros, mostrando o que está por vir.

5- Invasão Zumbi (Train to Busan-2016)

Eu poderia dizer que “os asiáticos fazem os melhores filmes de terror” e acabar por aqui. Mas o sul-coreano Invasão Zumbi traz um filme com os mortos-vivos frenéticos, com historia mais frenética ainda, e personagens cativantes (ou não), fazendo o espectador roer as unhas da mão e do pé durante toda a experiência. O engraçado de filmes com zumbis são que eles sempre tentam passar uma mensagem, desde George Romero (RIP), que teve em A Noite dos Mortos-Vivos uma forte abordagem social/racial em seu filme, mesmo que bem sutil.  Aqui a mensagem é: o ser-humano pode ser muito escroto, se a situação for o apocalipse iminente.

4 – Corra! (Get Out – 2017)

Corra! não é um filme para qualquer um. Muita gente amou o filme e muita gente não entendeu a obra-prima criada por Jordan Peele, que mostra o jovem Chris (o ótimo Daniel Kaluuya) viajando com sua namorada Rose, a também ótima Allison Williams, para conhecer seus pais. Chegando lá, tudo parece perfeito mas Chris percebe que o que parece uma família perfeita é na verdade um pesadelo que vem acontecendo por gerações. Um filme também com forte aspecto social/racial menos sutil que o filme dos zumbis… Na verdade, dependendo do contexto, Corra! pode ser considerado um filme “zumbi”, sem os mortos-vivos.  Corra! é um clássico, dirigido e escrito por um cara que é mais conhecido por comédias e merece ter algumas indicações ao Oscar. Sem brincadeira. Vamos tomar um chá?

3-Sadako Vs Kayako (2016)

Asiáticos fazem filmes fodas de terror. Redundante, eu sei. Mas se você é fodão e não tem medo de nada e de ninguém, veja esse filme no escuro, sem falar com ninguém, sem distrações. Se você não tomar nem um sustinho, você merece o selo de Fodão Fodástico do Planeta. Sadako Vs Kayako tinha tudo para falhar, juntando duas franquias de sucesso no Japão e no redor do mundo, O Chamado e O Grito, e botando os dois vilões principais para brigar. A briga acontece apenas no terceiro ato do filme, enquanto os outros dois atos explicam o motivo de tal encontro. E funciona!

2-A Autópsia (Autopsy of Jane Doe – 2016)

A Autópsia. Ah, você… um filme despretensioso, lento (mais conhecido como slow burn), com praticamente dois personagens e um corpo durante 95% do filme. Um longa que investe no terror psicológico e sucede. A Autópsia saiu ano passado com pouco alarde e o boca-a-boca foi vital para que o filme se tornasse conhecido por mais pessoas. Um pai e seu filho, donos de um necrotério passam a noite dissecando o corpo da bela indigente, tentando descobrir a causa de sua morte. Quanto mais eles chegam perto de descobrir a verdade, mais coisas bizarras acontecem para aumentar ainda mais o mistério.

1-It – A Coisa (2017)

2017. O ano de Stephen King! Sem sombra de dúvidas, esse foi o melhor filme baseado em sua obra. O original do inicio dos anos 90, originalmente uma mini-série transformada em filme para TV, tinha suas qualidades e um Pennywise icônico, que assombrou muitas crianças. Mas a versão de 2017, meu amigo, pegou o livro de Stephen King, e segurou a onda. Foi mais compacto, contou a primeira parte da história, sem flashbacks ou flash forwards, e aguarda a segunda (e terceira) parte para a sua conclusão. Bill Skarsgard vive o papel do palhaço-demônio, com o mesmo carisma de Tim Curry e mais assustador. Mas o destaque fica para o cast infantil. Todo mundo ali foi nota 10. Quero ver quem eles vão escolher para ser a versão adulta do elenco destaque. Veremos em 2019.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s