the-martian-launch-one-sheet

por Ed Jr. 

Perdido em Marte (The Martian), dirigido por Ridley Scott (“Alien – O Oitavo Passageiro”, “Prometheus”), é mais um filme de ficção baseado em obra literária, dessa vez o best-seller homônimo escrito por Andy Weir.

Após uma inesperada tempestade atingir a órbita de Marte, o botânico/astronauta Mark Watney (Matt Damon) é dado como morto por seus companheiros de tripulação, sendo deixado para trás na fuga.

Levemente ferido e com suprimentos e oxigênio limitados, Mark se vê numa situação extrema, onde precisará usar toda a sua criatividade e habilidades para sobreviver sozinho nesse ambiente hostil e avisar à NASA que está vivo.

Além de Matt Damon (“A Identidade Bourne”), o elenco dessa grande produção conta ainda com Jessica Chastain (“Interestelar”), Jeff Daniels (“Debi & Lóide: Dois Idiotas em Apuros”), Kate Mara (“House of Cards”), Chiwetel Ejiofor (“12 Anos de Escravidão”), dentre outros.

A ideia de assistir 141 minutos de sobrevivência em um planeta coberto por areia e pedra pode parecer chata e entediante, mas não há nada de tédio aqui. Com uma narrativa simples e limpa, e bons cortes de cena entre a Terra e o espaço, Perdido em Marte leva o espectador a acompanhar Mark de perto, sobrevivendo junto com o astronauta.

Mesmo com o excelente trabalho de todo o elenco, até em papéis de menor importância, a atuação de Damon precisa ser ressaltada. O carisma e a personalidade extrovertida que o ator traz ao astronauta resultam numa imediata identificação para com o personagem (você torce para que tudo dê certo! Inclusive as experiências malucas que ele precisa tentar para sobreviver, e que rendem algumas boas risadas ao longo da trama…).

Vale registrar ainda o bom uso do 3D, que nos dá um ótimo visual de Marte e do espaço, com uma profundidade que te leva a sentir a imensidão de onde Watney se encontra.

Então, se muita gente esperava de Ridley Scott um novo filme de ficção científica melhor do que o mediano Prometheus, Perdido em Marte vai agradar e muito! Mas não vai agradar somente aos fãs de Scott, e sim aos amantes de uma boa experiência cinematográfica.

Nota: 8,5/10

OBS: a trilha sonora de Perdido em Marte também é digna de nota! Em especial o encaixe perfeito entre a sensacional Starman – de David Bowie – e a vida de Mark Watney no espaço.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s