Invocação-do-Mal-2-Poster-Main

por Ed Jr

Invocação do Mal 2 (The Conjuring 2), sequência do excelente terror lançado em 2013 (review aqui) também dirigido por James Wan (“Jogos Mortais”, “Sobrenatural”), traz novamente o casal de investigadores paranormais em um dos seus casos mais marcantes, o caso Enfield.

Ainda sofrendo com o final de um sinistro caso em Amityville no fim dos anos 70, Ed (Patrick Wilson, “Watchmen: O Filme”, “Sobrenatural”) e Lorraine (Vera Farmiga, “O Juiz”, seriado “Bates Motel”) decidem se afastar temporariamente das investigações, focando somente em dar palestras e debates sobre o tema.

Após a decisão, entretanto, o casal é procurado pela igreja por conta de uma possível nova ocorrência, dessa vez na Inglaterra, onde a humilde família Hodgson começa a presenciar estranhos eventos que afetam especialmente a filha de 11 anos chamada Janet (Madison Wolfe, “Joy: O Nome do Sucesso”).

No intuito de confirmar a veracidade do caso, Ed e Lorraine partem para a Europa e se deparam com algumas situações macabras e misteriosas na casa da família. Ainda assim, o casal não parece totalmente convencido sobre a presença de alguma entidade e precisa decidir se os Hodgson merecem um voto de confiança ou se estão somente em busca de fama e atenção.

O elenco traz ainda, dentre outros: Frances O’Connor (Peggy Hodgson), Lauren Esposito (Margaret Hodgson), Benjamin Haigh (Billy Hodgson), Patrick McAuley (Johnny Hodgson), Simon McBurney (Maurice Grosse).

Se James Wan elevou o patamar em Invocação do Mal, ele não decepciona agora em Invocação do Mal 2.

Apesar de alguns clichês esperados (e meio que obrigatórios em todo filme do gênero), Wan acerta de novo, com uma boa narrativa e seu modo de criar tensão através da movimentação da câmera, que mais uma vez fica evidente e transmite a constante sensação de que algo vai acontecer, dando aquela aflição característica dos bons filmes de terror.

Além da direção, a boa atuação do elenco também é ponto positivo na produção. As crianças se portam muito bem e envolvem o espectador em seus momentos de medo. Wilson e Farmiga tem uma excelente química e novamente conseguem passar toda a agonia do casal Warren na luta contra o sobrenatural.

Dois pontos que destoam bastante do primeiro filme, ainda que não prejudiquem de maneira geral a continuação, são o aumento de jump scares e do uso de CGI. Em Invocação do Mal 2, Wan aposta em mais momentos barulhentos de “coisas computadorizadas pulando/aparecendo na tela”. No entanto, nada que diminua a qualidade do filme…

 De maneira geral, Invocação do Mal 2 se mostra uma exceção à regra das ‘continuações que não deveriam ser feitas’ e agrada bastante. Boa direção, boas atuações, bons sustos (e excelente trilha sonora!!!) rendem um ótimo filme que definitivamente vale o ingresso.

Nota: 8/10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s