pedro coelho

por Thiago Ramos

Estava à caminho da cabine de Pedro Coelho e enquanto dirigia pensava: “De onde veio isso? Só veio, sem explicação, não vi nenhum Marketing pesado, como os outros filmes da Sony (Pelo menos não aqui em Brasília). Então quem é esse tal de Pedro Coelho?”

Se você está com essa dúvida também e por isso clicou nesse anúncio ou nessa matéria. Seja bem-vindo, vamos agora mergulhar no mundo mágico da crítica que analisa o que aconteceu na tela durante 1 hora e 40 minutos de filme.

Pois bem,

Ao início, mesmo com as piadinhas de quebra de expectativa, o filme é morno. Você sabe que tipo de filme você foi ver, sabe o começo, meio e fim. Até aí tudo bem, tem mais filmes nesse estilo do que tem filme nos cinemas. Depois alguns certos acontecimentos inesperados e umas piadas, eu me perguntei: “Cadê o filme que tava aqui?”. Eu estava vendo um daqueles filmes de criança que tem bichinhos bonitinhos e do nada as piadas dele são melhores que algumas (ou muitas) comédias que andam por aí com um belo “Proibido para Menores” na capa. Mas, como nem tudo é uma horta sem dono, do meio pro final, o filme volta para o estado “Eu ainda sei o que o Coelho vai fazer na próxima cena”.

A verdade é que Pedro Coelho funciona, não só por meio do CG, que cá entre nós é muito bom, mas pelos personagens que são carismáticos e em um certo ponto humanos. Diferente de muitos desses filmes, que tem um porquinho, uma aranha, um cavalo ou uma zebra aleatória, Pedro coelho é divertido até para os adultos que levarão seus filhos para ver o “coelho de jaqueta azul e nenhuma calça”.

Algumas das piadas são bem infantis, eu admito, e outras várias cenas coreografadas estilo videoclipe, que estão ali apenas para aproveitar o comediante James Corden (Ele canta músicas famosas dando carona para seus respectivos artistas) como protagonista. Esses pequenos pontos, que não são ruins em geral (exceto se você não for uma criança, por que se for você vai na onda).

No final das contas, Domhnall Gleeson não impressiona, Rose Byrne não impressiona, o roteiro não impressiona…até por que tem um grupo de coelhos de jaqueta correndo pela sua tela, mas e nada no filme é WOW e nem AHH e nada ali vai te fazer sair do cinema vestir sua fantasia de coelho e colocar uma jaqueta azul, mas seu acompanhante com menos de 12 anos e um nariz escorrendo vai adorar, você pode até cochilar em alguns pontos, mas te asseguro que em alguma parte você vai rir.

“Pedro Coelho é um animal rebelde que apronta todas no quintal e até dentro da casa do Mr. McGregor (Domhnall Gleeson), com quem trava uma dura batalha pelo carinho da amante de animais Bea (Rose Byrne).” – Google

O filme filme conta com Rose Byrne, Domhnall Gleeson, James Corden, Sam Neil, Margot Robbie, Daisy Ridley e Elizabeth Debicki . Ele estreia dia 22 de Março, e se você tem um filho, filha, criança pequena, sobrinho ou tem que arranjar alguma coisa para fazer com essa criança correndo pela casa. Coloque-a debaixo do braço e leve-a para assistir Pedro Coelho, eu te garanto que vai ser uma boa escolha.

 

Nota: 9/10 (Se você for uma criança)

6/10 (Se você não for uma criança)

 

P.S: Tem um galo nesse filme e ele é a melhor coisa do filme! Uma sala só com velho rindo desse galo.

P.S II: Tem um narrador nesse filme e ele é a pior coisa do filme! Uma sala só com velho com raiva desse narrador.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.